terça-feira, outubro 17, 2006

Sentes ou nao?

Nunca sentes esta necessidade de gritar?
O peito a pulsar,
o som atravessado na garganta,
esta ânsia,
esta terrível angústiade te abraçar,
de te agarrar,
de te fazer olhar para mim,
tão só para mim´
e ver-te com os olhos rasos de lágrimas
perante a visão.

Esta intensa necessidade de te ter
junto a mim,lamber a tua voz,
engolir toda a tua mente...
Saber-te em mim.De te amarrar aos meus pulsos
atravessar-te de beijos
,afagar-te até que o Sol se deitasse com a Lua...

Nunca sentes esta necessidade de voar?
Voar dentro da tua alma,
conhecer-te todos os segredos...
Ter-te sempre em mim,
sintonizado nas minhas nuances,i
nebriado com os meus perfumes...
Drogar-te com o sabor do saldas minhas lágrimas,
tatuar-te com o meu nome...

5 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Tua voz tem o gosto do teu beijo,
Teu beijo é macio como tua pele,
Tua pele tem a luz dos teus olhos,
Teus olhos tem o cheiro do teu corpo,
Teu corpo tem o som da tua voz,
Pensar em ti não tem sentido.

terça-feira, outubro 17, 2006 11:39:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Será o amor uma palavra tão complexa?
Algo que poucos sabem explicar seu real sentido?
O amor dói em mim, o amor de todos os dias
Este amor me embriaga e me mata de prazer
Outrora me faz sofrer e mata, corrói
O amor é algo natural que surge do nada
algo construído dia após dia
Para alguns razão de viver
Este amor me mantém e me faz querer, sonhar mais e mais
Será o amor a razão de estarmos aqui?

terça-feira, outubro 17, 2006 11:41:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Quero te amar em cada momento
Seja na chegada ou na partida
Quero te amar porque te amando,amo a mim mesma
Porque aprendi a te amar tanto...
Que não mais te amar seria como tirar a vida
Sugar a energia que me mantém firme
Te amo embora tu estejas longe de meus olhos
Mesmo não sabendo, eu te amo
Porque tu fizeste a diferença
Marcaste presença
tu não fostes apenas uma página virada de um diário
Nem uma parte da história que logo se esquece
tu fostes e continuas sendo parte de mim
Em meu ser estás tu
Em cada palavra dita a saudade...
Por que nem sempre podemos prever o futuro
E mesmo distante sinto que tu sentes o mesmo...

terça-feira, outubro 17, 2006 11:45:00 da tarde  
Blogger leonelcoelho disse...

bem, vais surpreendendo a cada texto...estou mesmo mesmo a gostar...podias ao menos dizer s sao textos sentidos ou nem por isso...falas coisas serias, ou estás apenas a dar uso a essa tua preciosa creatividade?xuta mais pistas...agora estou sempre na net à espera de comments teus...ainda retiro deles alguma ideia...

quarta-feira, outubro 18, 2006 11:11:00 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

todos os meus textos são sentidos, acredita...

quarta-feira, outubro 18, 2006 12:28:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial