quarta-feira, março 10, 2010

Desire awakes...





















Loucura correu-me o corpo do jeito que gosto. Tive-te ali perto o tempo todo… e continuas a mesma ainda que diferente. O teu jeito de mexer no cabelo não mudou. O teu olhar continua com a mesma observância de sempre. O teu cheiro continua inquietante e provocador. Não te achas tudo aquilo que te vejo. Mas és mais do que isso.
As coisas acontecem sem que tenham que ter um motivo. O meu corpo percorreu todo aquele tempo em que ali estiveste com vontade de se sentir enrolado no teu abraço… com vontade de te morder o pescoço.. de te sugar a orelha… de fechar os olhos por um sentimento de prazer criado por ti.
As saudades de tudo o que era delicioso remexeram tudo o que havia dentro de mim, e so ficou um monte de coisas reviradas com muito jeito cá dentro.
Apeteceu-me tanto tocar-te o corpo, so pelo prazer de te sentir o suave da pele nas minhas maos e nos meus labios.
Quero sentir tudo o que tu es, despoletar sentimentos que tenham tanto de curioso como de pertinente.
Quero-te - não precisa de haver um motivo ou algo concreto. Quero-te porque ha coisas muito intensas que o tempo não faz esquecer... Ainda que estejamos mudados e moldados pelo tempo, a cumplicidade de sempre esteve por lá meio disfarçada.
Foi o calor louco de uma noite com sabor a beijos. Continuas igual – a mesma intensidade, o mesmo toque, o mesmo beijo louco de extase.
Tinha saudades de ti… e tinha mais do que isso.
Não tinhas noção disso, e soubeste-o todo o tempo... Boneca...

2 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

saudades...

domingo, novembro 27, 2011 4:29:00 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

e publicar o comentário não???!!!!
ter saudades ou nostalgia (como lhe queiras chamar),só quer dizer que se tem respeito por ele não quer dizer que te quero comer...
já agora desculpa o outro dia nas bombas tava á procura de um gajo k me assaltou tava mesmo com pressa de o apanhar... aquele abraço felicidades...

quarta-feira, fevereiro 15, 2012 2:25:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial