segunda-feira, março 20, 2006

Conhecer os outros

Quantas vezes me encontro a procurar saber o que sentem as outras pessoas, e até a procurar saber uma palavra simples que defina a complexidade dos meus sentimentos... Tento faze-lo muitas vezes e ja concluí que é algo extrememente dificil: afinal de contas todos somos iguais, mas todos diferentes.
Conhecer os outros é algo subjectivo: podemos conhecer os seus traços pessoais (isso até se consegue em pessoas que não se conhecem) mas saber pormenorizar os seus sentimentos torna-se um problema, por vezes sem solução. Mesmo que me digam como se sentem, não consigo saber ao certo o que sentem porque, todos temos sentimentos diferentes, mas que expressamos por palavras iguais...
Deveria haver uma linguagem pesssoal, e individualizada que permitisse saber com eficiencia o que se sente mas não se transmite.
Porque o dificil é calçar ao sapatos dos outros com as nossas próprias meias..., porque ninguem usa o mesmo numero:é preciso saber onde o sapato assenta, onde é largo e onde aperta, e isso tem que se lhe diga...para melhor calçar os sapatos tambem da jeito uma boa calçadeira...
"Fala-me na tua linguagem, dir-te-ei o que sentes..."e quem es...

2 Comentários:

Blogger Silvia Leao disse...

Todas as pessoas têm uma linguagem própria. Não um dicionário pessoal e secreto, não um conjunto de vocábulos exclusivos, mas cada pessoa tem uma forma específica de comunicar. Desde os gestos, o olhar, o sorrir, a maneira de estar... Há inúmeras combinações que cada pessoa pode utilizar para expressar um sentimento que é só seu. É através disto que nos damos a conhecer...

Contudo, a linguagem que cada pessoa utiliza não é compreensível para toda a gente. Da mesma forma que ninguém fala todas as línguas, também ninguém é capaz de decifrar a linguagem de todas as pessoas.

Conhecer uma pessoa exige a aprendizagem de uma nova forma de comunicação...

Falei-te na minha linguagem...

segunda-feira, março 20, 2006 9:45:00 da tarde  
Blogger leonelcoelho disse...

è realmente verdade que todos têm uma linguagem pessoal, mas que se torna igualmente dificil de entender...
se alguem sorri, isso pode significar que a pessoa está bem, mas ao mesmo tempo, por vezes pode-se faze-lo com o intuito de mostrar que não se está mal...`Concordo que ha certos actos que fazemos com coisas que sentimos:sorrisos, gestos, olhares, tremores...mas são coisas variadas que podem corresponder a estados de espirito dispares.
A interpretação da linguagem própria das pessoas é como explicar o significado de um quadro:podemos tirar as nossas opiniões (e que podem perfeitamente ser diferentes) e que podem não ser de acordo com o sentimento do pintor...
Até por vezes dou comigo a pensar que nem sequer a minha propria linguagem conheço: por vezes digo coisas que não queria, e que deveriam ter outro significado, e outras vezes tenho reacções e emoções que não são o que eu esperava(ou que não são apropiadas)...
Até gostava conhecer-me melhor:axo que até conheço os outros melhor que eu:não se pode ter todo o conhecimento-apenas parte dele, e por um certo tempo...

quarta-feira, março 22, 2006 9:49:00 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial